Estudo sobre o futuro de Lisboa propõe unir margens do Tejo e crescer para sul

O aumento dos atravessamentos do rio e a concentração de novas actividades na margem esquerda são duas ideias marcantes

“Existe uma barreira física intransponível que condiciona a concretização do principal objectivo do estudo: o rio Tejo. Porém, o movimento cívico sustenta que o aumento da rede de transportes transformaria o rio numa barreira ‘invisível’.” — Diana Ralha, in Público, Local, Sábado, 30 Abril 2005

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s